NOTAS SOLTAS E RUÍDOS ESCRITOS

terça-feira, 26 de junho de 2007

Bjork "Volta" ao Brasil


















Mais uma peça confirmada para o quebra-cabeça do Tim Festival 2007. A islandesa Bjork se apresentará no Rio, na Marina da Glória, mas a data ainda não foi revelada. Para os fãs do novo disco da cantora, o fantástico “Volta”, lançado em maio, resta torcer para que os americanos melancólicos e esquisitóides do Antony and the Johnsons confirmem presença no TIM. O vocalista da banda Antony Hegarty participou das faixas "The Dull Flame of Desire" e "My Juvenile" – ambas gravadas em uma sessão na Jamaica. Resta saber se vai rolar o dueto ao vivo por aqui.

“Volta”, sexto álbum de carreira e um dos mais aclamados de Bjork – cotação 4 estrelas pra cima em todas as principais publicações musicais do mundo – conta também com os beats do midas Timbaland, que empresta seus graves e grooves às canções “Innocence”, “Hope” e ao ótimo single “Earth Intruders”. Vanguardista, afetada, onírica ou bizarra, não resta a menor dúvida de que não se deve perder a apresentação do pequeno duende islandês em outubro. Clipasso de “Earth Intruders” abaixo:

Björk - "Earth Intruders"

3 comentários:

marcelo alves disse...

Cara, Bjork não existe. É uma coisa, é uma anti-matéria. Só a Islândia explica Bjork no que ela tem de bom e de ruim. rsrs
Você é corajoso em escrever sobre ela.

Luiz Felipe Reis disse...

hahaha Não seja tão cruel com Bjork. Apesar de seus exageros ela é capaz de produzir músicas interessantissimas. De sua última safra, destaco "Earth Intruders", postada abaixo. Mas como você é um cara muito educado, falou apenas que eu sou corajoso. Obrigado pela sua enorme educação. Esperava ser chamado de maluco, idiota e surdo. abraços!

Manu disse...

me gusta mucho la bjorkita, hahaha
levamos uma relação de amor e ódio.
e o trocadilho infame do título foi ótimo