NOTAS SOLTAS E RUÍDOS ESCRITOS

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Radar

* Num post em que Killers, Enemy, Boy Kill Boy, Ian Curtis, prisioneiros e suicidas têm espaço de destaque, deve ser preservada à tentativa de equilíbrio de forças e peso das bombas musicais a serem apresentadas. Cabe, no entanto, ao lúdico, ultra-colorido e performático novo mundo do silverchair, o trabalho de fantasiar a vida como ela não é. Duas pérolas videoclípticas do maravilhoso e esquecido novo álbum do trio aussie, “Young Modern”, foram as escolhidas para a abertura do dia. Ainda sem previsão de lançamento por aqui, o disco, já comentado em extensa resenha por este blog, é um dos mais belos, senão o mais interessante, da carreira destes australianos. Assim como as surpreendentes e inesperadas melodias, os clipes, abaixo disponibilizados, espantam pela produção altamente sofisticada. Abaixo, os dois últimos singles da banda:

“If you keep losing sleep”


“Reflections of a Sound”


* Enquanto Brandom Flowers não aterrisa para o Tim, sua banda, The Killers, não pára de trabalhar em novos projetos. Esta semana, os caras anunciaram que um novo CD, recheado com raridades e lados-b, está para sair. O quinteto conta com a super colaboração de Lou Reed, líder do lendário Velvet Underground, que emprestará sua voz para uma das faixas do novo projeto, “Tranquilize”. Flowers e seus companheiros, de Las Vegas, estão gravando a participação de Reed, em Nova Iorque, com os mesmos produtores de “Sam`s Town”, Flood e Alan Moulder. Segundo Flowers, a participação de Reed é perfeita para o sentimento da canção, que ambos irão interpretar em um dueto. Descrita pelo cantor como a mais depressiva e forte já composta pela banda, ela serve como o maior atrativo ao novo disco, que deve sair até o final do ano. Ainda sem nome, o álbum segue a lógica de consumo dos EUA e promete apresentar muitas surpresas para o público americano, já que os lados b, inseridos no projeto, são canções apenas lançadas como singles na Inglaterra. Como se a distância geográfica e mercadológica impedisse, nos dias de hoje, o soulseek de trabalhar.

* Divulgada a trilha sonora do filme “Control”, que trata da curta vida de Ian Curtis, líder do Joy Division, até seu suicídio. Iggy Pop, Sex Pistols, David Bowie, Kraftwerk e The Killers (novamente) aparecem na trilha. Destaque, também, para as três novíssimas faixas instrumentais do New Order, 'Exit', 'Hypnosis' e 'Get Out', compostas exclusivamente para o filme. Coube ao The Killers regravar ‘Shadowplay’, faixa que vem sendo executada durante os shows que a banda vem fazendo nos festivais de verão europeus. “Control” tem data de estréia prevista para cinco de outubro, lá fora, e enquanto não fica pronto, será precedido por um documentário, também sobre a banda, entitulado “Joy Division”, que estréia mês que vem no Toronto International Film Festival. O jeito é esperar que caia logo na rede. Abaixo o tracklist de “Control”:

New Order - 'Exit'
The Velvet Underground - 'What Goes On'
The Killers - 'Shadowplay'
Buzzcocks - 'Boredom' (live)
Joy Division - 'Dead Souls'
Supersister - 'She Was Naked'
Iggy Pop - 'Sister Midnight'
Joy Division - 'Love Will Tear Us Apart'
Sex Pistols - 'Problems' (live)
New Order - 'Hypnosis'
David Bowie - 'Drive-In Saturday'
John Cooper Clarke - 'Evidently Chickentown'
Roxy Music - '2HB'
Joy Division - 'Transmission' (cast version)
Kraftwerk - 'Autobahn'
Joy Division - 'Atmosphere'
David Bowie - 'Warszawa'
New Order - 'Get Out'

* Canções para frear suicidas. Na sua opinião, que tipo de música faria um potencial suicida desistir de sua asfixiante encruzilhada existencial? Música clássica, smooth jazz, lounge, soul? Nada disso. O presídio de Pentonville, em Londres, escolheu os moleques do indie rock e suas guitarras, para fazer pensar os tais potenciais suicidas instalados na cadeia. The Enemy e Dirty Pretty Things foram os responsáveis por animar os 180 presos, que assistiram à apresentação das duas bandas na capela da casa de detenção Pentonville, anteontem. Em suporte a um programa de caridade, que visa à diminuição de suicídios por homens abaixo de 35 anos, as duas bandas se juntaram ao hall de famosos que já se apresentaram em penitenciárias, como Billy Brag, Metallica, além do rei dos detentos norte-americanos, Johnny Cash. “Foram registrados 67 suicídios nas cadeias britânicas, no ano passado. Este ano, já contabilizamos 59. É preciso fazermos algo a mais para combater a depressão e os demônios que assolam os jovens. O suicídio é a maior causa de morte entre homens com menos de 35 anos”, disse o líder do Dirty Pretty Things e ex-Libertines, Carl Barat. A prisão de Pentonville foi o “refúgio” de Pete Doehrty, em 2006, quando respondia ao processo em que fora pego dirigindo sob influência de drogas, em dezembro de 2005. O Babyshambles, banda atual de Pete, havia sido convidada para tocar, mas foi vetada pelo departamento de serviços da prisão. Dia oito de setembro, um show no Koko club, em Londres, também visa arrecadar fundos para a criação de uma linha telefônica para ajudar na prevenção de suicídios. Os nomes, para a apresentação no Koko, não poderiam ser menos desajustados, a banda Boy Kill Boy e, os esquisitóides magricelas, The Rakes foram os escolhidos para mandar a mensagem sonora de que viver vale a pena.

* Foo Fighters na cena. The Pretender, novo single da banda, já tem clipe na rede. Echoes, Silence, Patience & Grace, novo disco de Grohl, só sai no final de setembro; o ótimo single ganha destaque com um excelente vídeo. Confira:

“The Pretender”


* Danger Mouse é o cara, ou melhor, várias caras. Metade do incrível duo Gnarls Barkley, ao lado do cantor, Cee-lo Green, integrante do Gorillaz e produtor dos mais requisitados e competentes da cena, o perigoso rato está em todas.. Enquanto prepara o sucessor de “St. Elsewhere”, em um rancho, em Atlanta, Danger encontrou tempo para produzir o novo álbum de Martina Topley-Bird, “The Blue God”, que está previsto para sair em 2008. A artista inglesa, que teve seu ótimo disco de estréia, “Quixotic” (2003), indicado como um dos finalistas do cobiçado Mercury Prize inglês é apenas um dos projetos recentes em que o cara está metido. Sem parar, para descanso, o produtor já começou a gravar o novo álbum do ótimo duo norte-americano, Balck Keys. O quarto disco de carreira da dupla de Ohio, sai, também, em 2008, pela Nonesuch.

6 comentários:

Shirlene Lima Martins disse...

Achei interessante saber sobre o filme Control, pois sempre curtir Joy Division e a trilha parece ser arrasadora de bom! Aguardarei anciosa...agora quanto ao coment�rio da pris�o, fiquei de cara de saber sobre estes su�cidios na Inglaterra, ser� prq? os caras est�o em pris�o do primeiro mundo..ser� que isso n�o faz diferen�a..rs... o fato � que a iniciativa do pres�dio Pentonville � nobre, enquanto aqui contrata-se Rita Cadilac para animar os presos, l� contrat-se "ex detento"rs...deve ser prq eles j� sentiram na pele o que � ficar preso!
pra finalizar meu "in�til" coment�rio, queria registrar que adorei o clipe do Foo fighters e sua nova cona�o, sou suspeita, prq adoro este tipo de rock...mas deixo aqui meu registro!!!
Parab�ns pelo blog...conte�dos consistentes!!!

cris disse...

Hi...Silver Chair sempre bommm deeemaiss..um dos melhoresrock shows q já vi na vida..babe, vc sempre mandando bem..o clipe o Foo F tb tá demais..bjinss

cris disse...

Hi...Silver Chair sempre bommm deeemaiss..um dos melhoresrock shows q já vi na vida..babe, vc sempre mandando bem..o clipe o Foo F tb tá demais..bjinss

cris disse...

Hi...Silver Chair sempre bommm deeemaiss..um dos melhoresrock shows q já vi na vida..babe, vc sempre mandando bem..o clipe o Foo F tb tá demais..bjinss

cris disse...

Hi...Silver Chair sempre bommm deeemaiss..um dos melhoresrock shows q já vi na vida..babe, vc sempre mandando bem..o clipe o Foo F tb tá demais..bjinss

Manu Cantuária disse...

nossa, não passava aqui há tanto tempo que fiquei afobada com tanta novidade, tanta informação, e vim comentar antes, botando o carro na frente dos bois!

me aguarde!